BrazilFoundation se prepara para realizar antigo sonho e abrir espaço em Miami

A BrazilFoundation, uma fundação baseada em Nova York que investiu desde 2000 $17 milhões de dólares em projetos apoiando cerca de 300 organizações no Brasil nas áreas de educação, saúde, cidadania, cultura e direitos humanos, espera criar no próximo mês em Miami uma tradição anual.

Depois de quase uma década do Gala da BrazilFoundation em Nova York, este ano concretiza-se um sonho antigo da fundação e será realizado aqui pela primeira vez o grande evento de captação de recursos para projetos.

“É um marco histórico para a fundação”, diz Patricia Lobaccaro, 41 anos, que assumiu a liderança da ONG em 2010, quando Leona Forman, o ícone que fundou a BrazilFoundation, passou o bastão para essa sua fiel escudeira, que foi responsável pela organização do primeiro gala de New York em 2003.

1

Patricia Lobaccaro no Hotel W. Foto de Carla Guarilha.

Patricia, CEO e presidente da BrazilFoundation, diz que desde então já existia a vontade de manter uma forte presença em Miami. Ela chegou a visitar a cidade na época mas não era o momento adequado.

“A gente não estava estruturado o suficiente em Nova York para dar respaldo pra qualquer ação feita fora de lá”, diz ela. “Hoje a gente tem uma estrutura maior com condições de dar respaldo e ampliar nossa atuação nos Estados Unidos”.

Nos primeiros quatro anos, o escritório do BrazilFoundation funcionava na casa da Leona, onde eram organizados eventos e palestras com nomes como Dona Ruth Cardoso, que deu grande apoio a ONG desde o inicio.

Atualmente, o BrazilFoundation tem um escritório em Nova York e outro no Rio de Janeiro, com cerca de 10 funcionários em cada e centenas de voluntários, uma estrutura sólida que permite esse salto para a realização do I Gala BrazilFoundation Miami, marcado para 27 de março no badalado Hotel W em South Beach, o principal patrocinador da noite.

Para oficializar o fato, Paulo e Maria Carolina Tavares de Melo ofereceram um coquetel no último fim de semana na residência do casal em Coconut Grove, onde estavam presentes alguns dos principais nomes do comitê organizador, como Hélio Castroneves, piloto de Fórmula Indy, “Chair” do grande evento, o Cônsul-Geral do Brasil em Miami, embaixador Hélio Vitor Ramos Filho, e modelos como Carime Lobo, Natalia Beber e Tassara Vilaça.

Embaixador Hélio Vitor Ramos, Patricia Lobaccaro, co-chairs do Gala, Maria Carolina Tavares de Melo e Daniela Fonseca, e o piloto de Fórmula Indy e Chair, Helio Castroneves. Foto de Ronira Fruhstuck

Embaixador Hélio Vitor Ramos, Patricia Lobaccaro, co-chairs do Gala, Maria Carolina Tavares de Melo e Daniela Fonseca, e o piloto de Fórmula Indy e Chair, Helio Castroneves. Foto de Ronira Fruhstuck

Carol Melo, uma das grandes responsáveis por esse passo da BrazilFoundation, é co-chair do Gala Miami junto com a advogada Daniela Fonseca.

Lobaccaro diz que quando Carol esteve presente no Gala de setembro passado em NY, ficou encantada e prometeu ajudar na realização de um evento desse porte em Miami.

Patricia Borges, coordenadora de eventos da BrazilFoundation em NY — e braço direito de Lobaccaro — disse que a expectativa é de captar cerca de $500 mil dólares na estreia do I Gala Miami com doações e vendas dos convites, que variam entre $75,000 dólares para um grande patrocínio com direito a duas mesas VIPs de 10 lugares cada à uma mesa de $5000, também de 10 lugares.

Patricia Borges e Patricia Lobaccaro no 'W' de South Beach. Foto de Carla Guarilha.

Patricia Borges e Patricia Lobaccaro no ‘W’ de South Beach. Foto de Carla Guarilha.

Piscina do W, onde será o coquetel do Gala. Foto de Carla Guarilha.

Piscina do W, onde será o coquetel do Gala. Foto de Carla Guarilha.

A BrazilFoundation arrecada doação o ano inteiro e aceita propostas individuais e direcionadas por doações especificas, mas o maior numero de projetos vem de um edital que abre publicamente no Website http://brazilfoundation.org logo após o evento de Nova York, que este ano realizará seu X Gala em 20 de setembro.

Qualquer organização com propostas sociais no Brasil pode apresentar uma ideia a fundação, que no ano passado recebeu em torno de 1000 projetos para avaliar.

Normalmente cerca de 3% das propostas são aceitas, entre 20 e 30 dependendo da captação naquele período. A aprovação depende de três fatores: a proposta em si no papel que incluí soluções criativas e inovadoras, a visita ao local para conhecer os detalhes pessoalmente e a figura do líder, que demonstra comprometimento com a causa.

Um dos projetos que mais comoveram a nova presidente e CEO da fundação se deu no Ceará, na zona rural da comunidade de Cipó onde Manoel Andrade morava. Ele foi o primeiro aluno da cidadezinha a ir para universidade, e criou uma metodologia de cooperação e um sistema de célula educacional. Ele retornava à comunidade nos fins de semana para preparar outros jovens para prestar o vestibular. E eles teriam que fazer o mesmo com os próximos. Manoel acabou se tornando professor da Universidade Federal do Ceará, e hoje tem centenas de alunos, muitos formados graças a ajuda inicial da BrazilFoundation no valor de $10 mil dólares.

“Ele esta mudando a demografia do sertão do Ceará”, diz Lobaccaro, com orgulho.

Ela acredita que o evento de Miami contribua e muito para aumentar o número de novos projetos aprovados e seja o sucesso que vem acontecendo há anos em New York.

Lorenzo Martone será um dos mestres de cerimônia do I Gala Miami, que espera trazer 300 pessoas, entre elas o artista Romero Britto que receberá um prêmio pelas suas contribuições a obras sociais e de caridade, e Norberto Odebrecht, o principal homenageado da noite.

“Um dos diferenciais do evento é que a gente consegue trazer pessoas de todos os setores da sociedade – desde diplomatas do alto escalão, empresários, CEOs, presidentes de empresas, artistas brasileiros, estilistas como Carlos Miele, acadêmicos, jornalistas, enfim, pessoas de todos os segmentos”, diz Lobaccaro, que cita um dos conceitos mais importantes que aprendeu com a pioneira Leona Forma.

“Uma ideia só é boa, só sai do papel se você consegue encontrar as pessoas que façam aquilo acontecer. E nesse caso de Miami, a gente encontrou as pessoas certas, começando pela Daniela Fonseca, que é uma das pessoas liderando a organização do evento, e Carol Melo”, diz Patricia Lobaccaro. “Vai ser uma festa histórica pra gente. Quem não vier vai perder uma noite maravilhosa e a chance de fazer algo pelo Brasil”.

Para comprar o convite do primeiro Gala Miami, clique aqui.

Para maiores informações do BrazilFoundation, entre aqui.

VÍdeo: Patricia Lobaccaro conta aqui o segredo do sucesso do tradicional Gala do BrazilFoundation de Nova York, pela primeira vez em Miami.

* Texto originalmente publicado pelo portal de notícias iG.com.br na coluna Direto de Miami

Advertisements


Categories: Direto de Miami

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: