Artista visual Eleonora Goretkin expõe “Encontros”

A artista visual brasileira Eleonora Goretkin surpreende mais a cada dia com sua simplicidade pessoal e grandiosidade artística.

IMG_22431

Eleonora e seus desenhos.

Ela tem hoje um acervo de mais de 3000 desenhos, em séries.

Atualmente está exibido a série “Encontros” no Village at Gulfstream Park, em Hallandale, na loja e espaço artístico do empresário e joalheiro brasileiro Fernando Costantini.

Ela diz que não tem pressa de expor seu trabalho em grandes galerias ou museus.

“Eu ainda gostaria de esperar um pouco, firmar um pouco minha empresa de arte, minhas imagens.”

Eleonora diz que suas séries – distribuídas pelas paredes de sua casa em Hollywood, no condado de Broward, ao norte de Miami, não representam diretamente fases de sua vida.

“Eu não escolho, ‘agora eu vou desenhar isso’. Acaba acontecendo,” diz. “Eu acho que a inspiração é uma coisa muito inconsciente.”

Sua inspiração vem de emoções, diz.

Uma de suas séries favoritas são as “mãos.”

IMG_2237

Série “Mãos”

IMG_2205

“Fala de emoções femininas,” diz Eleonora, que começa a desenhar no momento que acorda.

“Do lado [da cama] tem um papel, e a primeira coisa que eu faço é um desenho,” diz ela. “Antes de levantar, eu já desenho.”

E assim foi, mesmo com os filhos pequenos.

“Quando eu ia levar as crianças para algum lugar, estava sempre com papel, o caderno de desenhos,” conta a artista, que desenhava em qualquer momento disponível – entre as aulas de natação e piano dos dois filhos.

Carioca, ela se formou em comunicação visual pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Casou-se com Guilherme, e depois de idas e vindas de passeios no Sul da Florida, o casal resolveu se mudar com os dois filhos pequenos para Hollywood em 1993.

“Eu cheguei com uma mala e meia de livros e a outra mala de roupa,” diz ela. “Deixei o apartamento montado lá [no Rio]. Eu achei que ia ficar um tempo aqui e voltar para ver tudo.”

Mas isso não aconteceu.

Ela logo matriculou as crianças na escola e começou sua vida com a família nos Estados Unidos – sem a estrutura habitual que tinha no Rio, de babá, empregada, faxineira e passadeira.

“Aqui eu fazia tudo. E eu adorava,” diz ela, afirmando com orgulho que sua maior realização pessoal são seus dois filhos, que hoje são seus grandes amigos – Guilherme, 26, e Gustavo, 20.

“Eu não trocaria sucesso nenhum, nem nada do que eu fiz se isso fosse prejudicar a relação que a gente tem,” diz.

Hoje, Gustavo está fazendo faculdade na Massachusetts Institute of Technology, uma das universidades de maior prestigio nos Estados Unidos na área de tecnologia e informática, seguindo os passos do irmão, Guilherme, que trabalha com o pai em Boston, onde Eleonora acaba de passar mais de um ano e mantém uma estrutura profissional.

Eles se veem com frequência, e ela sente falta dos três homens de sua vida no dia a dia, mas preferiu manter sua base artística no clima tropical.

Por mais que goste de Boston e aprecie a história da cidade e da região, Eleonora diz que tem um carinho especial por Miami.

“Por mais que eu trabalhe lá — e eu trabalho muito também, é muito bonito aqui,” diz. “A liberdade, o espaço. Eu adoro,” diz com uma modéstia pouco vista entre artistas desse porte.

IMG_2204

“Eu acho que minha realização profissional é eu ter conseguido botar em pratica todos esses anos de aprendizado,” diz. “Quanto mais você trabalha, mais você quer produzir mais, mais você tem vontade de trabalhar.”

E ela não deixa por menos.

“Eu trabalho na criação no mínimo oito horas por dia,” diz. “As vezes eu fico até 12-14 horas. Tem épocas que eu fico a madrugada toda.”

E Eleonora não se cansa e não se queixa.

IMG_2229

O segredo do seu sucesso é justamente a busca constante pelo bem estar – seu, de sua família e todos a sua volta.

“Eu acho que você tem que estar todo dia com bem estar. Acordar com bem estar interior. Estar feliz, estar alegre, mesmo quando às vezes as coisas não são tão felizes e tão alegres,” diz. “Eu tenho paixão pelo que eu faço, tenho paixão pelo meu trabalho, e conseguir transmitir essa paixão, conseguir transmitir para as pessoas o que você quer explicar, expressar no seu trabalho, acho que já é um sucesso.”

Além dos quadros, Eleonora também escreve poesias e tem um acervo de composições musicais, entre elas o musical Um Sonho Infantil pra Você. Confira no vídeo uma das canções, o Tema da Lua, e o segredo do sucesso da talentosa artista.

Para informação de preços e seus trabalhos completos, visite http://eleonoragoretkin.com

* Texto originalmente publicado pelo portal de notícias iG.com.br na coluna Direto de Miami

Advertisements


Categories: Direto de Miami

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: