Na meca country da Flórida, brasileiros podem adotar cavalos abandonados

Por Chris Delboni, com Liliana Pinelli | Coluna Direto de Miami

Haven tinha 17 anos e 15 filhos e pesava menos de 300 quilos quando ela chegou no Peaceful Ridge Rescue, no início de 2013. A égua puro-sangue era usada somente para reproduzir. Mas, na sua última gravidez, o potro morreu e seus donos pararam de alimentá-la.

Uma vizinha notou e ligou para Victor Cutino, que acabara de abrir oficialmente a ONG Peaceful Ridge com o compromisso de resgatar, cuidar, abrigar e encontrar novos donos para cavalos abandonados.

“Ela era esquelética quando fui pegá-la”, conta Victor. “Ela foi nosso primeiro resgate.”

Hoje, Haven, que significa “abrigo” ou “refúgio” em português, pesa 500 quilos e foi adotada por Maureen Smith, sua nova dona, que cavalga diariamente com a égua de estimação e está treinando para competir em provas de equitação.

“Quando a conheci, ela mal conseguia andar”, diz Smith. “Hoje, ela pula os obstáculos. É um doce.”

Cliente do Peaceful Ridge, Maureen Smith adotou a égua Haven (Foto: Caio Ferraz)

A cliente do Peaceful Ridge Maureen Smith adotou a égua Haven (Foto: Caio Ferraz)

Haven é um dos 100 cavalos que moram nos três estábulos do “santuário de equinos” em Davie, uma cidade conhecida como a meca da música country e dos rodeios, no condado de Broward, a cerca de 40 minutos de Miami.

Vinte e nove deles ainda estão sem dono, disponíveis para patrocínio ou adoção.

Victor conta que, na maioria das vezes, as pessoas primeiro “patrocinam” um cavalo, como se fizessem o leasing de um carro ou aluguel de um imóvel: pagando uma mensalidade sem preocupação com a manutenção.

Por US$ 450 por mês, você pode visitar, passear e desfrutar do convívio de um cavalo no sul da Flórida, sem gastos extras de veterinário, comida ou qualquer outro problema que possa surgir. Tem, além disso, a opção de trocar de animal quantas vezes quiser até achar a perfeita “alma gêmea”.

Quando e se decidir adotar e ser dono do cavalo, a taxa de adoção varia de US$ 200 a US$ 1.500, dependendo de vários fatores, como idade do cavalo e condição física. O equino adotado é como se fosse comprado. O dono pode transportá-lo e mantê-lo onde quiser. Mas, se preferir usar o alojamento do rancho, o aluguel de uma cocheira simples é US$ 100 ou US$ 650 por mês se quiser cuidado e manutenção completa do animal (fora gastos com veterinário, limpeza de dentes etc).

Cathi Rivera adotou três cavalos e revela que encontrou bastante dificuldade para achar uma hípica onde a filha, Shelby, pudesse conviver com os equinos. A menina de 13 anos é diabética e estuda em casa. A mãe queria muito que ela tivesse a oportunidade de fazer amizades com crianças com este mesmo interesse.

“Assim que ficamos sabendo desse lugar, viemos conhecer”, conta Cathi. “Nos receberam de braços abertos.”

Mãe e filha hoje vão praticamente todos os dias ao rancho. Shelby cuida de seu Thunder, penteia, dá banho, abraça, cavalga e passeia com ele, enquanto sua mãe, além de voluntária e dona de mais dois cavalos, dá aula de equitação. Ela tem pelo menos 15 alunos toda semana.

A menina Shelby visita e pratica equitação com seu cavalo, Thunder, diariamente (Foto: Caio Ferraz)

A menina Shelby visita e pratica equitação com seu cavalo, Thunder, diariamente (Foto: Caio Ferraz)

“Para fazer aula, não precisa patrocinar ou adotar um cavalo”, diz Cathi, que está realizada por poder estar trabalhando com os cavalos, que são sua paixão desde os 4 anos.

“Equitação é como terapia. Fiz uma dupla mastectomia e todos aqui foram tão maravilhosos com a gente,” conta. “Estava aqui também quando fiquei sabendo que meu avô morreu e meu cavalo me deixou abraçá-lo e chorar no seu pescoço.”

Cathi diz que a relação do homem com o cavalo é baseada em amor e respeito mútuo. “Os cavalos nos tornam pessoas melhores e mais fortes, nos curam por dentro.”

Victor concorda e diz que o Peaceful Ridge Rescue também começou por amor – no caso, por sua mulher.

Ele nasceu e cresceu em Nova York, no mundo rápido e urbano, sem o menor contato com a vida rural ou cavalos. Há 15 anos, se mudou para Davie como executivo na indústria de equipamentos médicos. O vizinho na época tinha alojamento para cavalos e lá ficava sempre Baby Girl. Victor e sua muher, Ann Cooper, ficavam apreciando e dando cenoura para a égua até que o vizinho disse que, se quisessem ficar com ela, seria um presente dele. Era só colocar uma cerca.

Victor achou que ele estava brincando, mas colocou. Em seguida, Baby Girl passou a pertencer ao casal, o que era um grande desejo de Ann.
“Tudo o que minha mulher pede, eu lhe dou”, diz Victor. “Ela queria uma ‘Lassie’, eu trouxe. Queria um Rin Tin Tin, lhe dei um Pastor Alemão. Quando ela quis um cavalo, ganhamos Baby Girl”, que serviu de inspiração para tudo que construíram e ainda pretendem construir.

Isso era 2003. Em pouco tempo, Baby Girl, que hoje está idosa, com 34 anos, logo ganhou a companhia de mais 17 cavalos.

Victor Cutino, o idealizador do local: paixão por cavalos o levou a deixar carreira executiva (Foto: Caio Ferraz)

Victor Cutino, o idealizador do local: paixão por cavalos o levou a deixar carreira executiva (Foto: Caio Ferraz)

Mas, com o custo associado a cada animal na faixa de US$ 2.500 por ano só com comida, o casal não estava dando conta e resolveu transformar o que começou com uma brincadeira em um sonho. E como o campo de baseball do filme Campo dos Sonhos, com o ator Kevin Costner, e a famosa frase, “If you build it, he will come” (“Se construir, ele virá”), Victor e Ann construíram o que hoje é um santuário para cavalos no sul da Flórida.

E um presente para amantes desses animais.

Serviço
Peaceful Ridge Rescue

Endereço: 2995 Peaceful Ridge Road (ou SW 121st Ave.), Davie, Florida, 33330
Tel: (954) 240-6080

Para mais informações sobre o rancho, adoções ou doações
http://www.peacefulridgerescue.com.

Para aula de equitação, chame Cathi Rivera no celular (954) 839-5175.
US$ 75/hora.
Não precisa ter experiência ou cavalo próprio.

Horário de funcionamento do rancho
Aberto diariamente das 8h às 20h para patrocinadores ou donos de seu própriocavalo.
Aberto ao público nos fins de semana, das 10h às 16h. Para conhecer o
estabelecimento e ver os cavalos, ou com hora marcada.

Patrocínio: US$ 250 – US$ 450
Adoção: US$ 200- US$ 1.500
Alojamento: US$ 100/mês (só cocheira) – US$ 600/mês (cuidado diário, exclui
limpeza de dentes, veterinário, etc.)

Placa na saída de Peaceful Ridge: 'Nos ajudem a cuidar dos esquecidos' (Foto: Caio Ferraz)

Placa na saída de Peaceful Ridge: ‘Nos ajudem a cuidar dos esquecidos’ (Foto: Caio Ferraz)

* Texto originalmente publicado pelo portal de notícias Estadão.com.br na coluna Direto de Miami

Advertisements


Categories: Direto de Miami

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: